Capela da Sarzedela |

Situada numa aldeia, nas proximidades da vila de Ansião, encontra-se uma capela que depois de abandonada e maltratada, continua a dar provas da sua solidez. Embora continuasse a ser consumida pelo tempo descansava em silêncio, à espera de uma garantia da sua manutenção, o uso.

Propunha-se retribuir o conforto ausente no espaço, atribuir-lhe um carácter de permanência. Através de um conjunto de intervenções que pretendia trazer coerência interna a todo o conjunto das operações previstas no edifício na consideração da memória da capela.

Este projeto teve por base a revitalização do espaço interno da capela, criando um espaço harmonioso, num programa especialmente sensível, desenvolvendo uma linguagem atual, tendo sempre por base o respeito pelo patrimônio existente e o seu carácter arquitetônico.

Recuperar, na disposição assimétrica do seu interior, a memória histórica do edifício, estabelecendo relações de analogia com o núcleo funcional do existente maltratado e mutilado que iria recuperar as suas dimensões antigas. O novo sistema construtivo assentou, sempre que possível na recuperação das estruturas originais, substituindo as antigas vigas de madeira, que entretanto tinham ruído ou desaparecido.

A nova configuração espacial iria modificar a relação existente entre o vazio e o espaço construído, propondo relações de mais proximidade com o conforto.

Ficha Técnica |

Localização: Sarzedela, Ansião, Portugal

Projeto: 2012

Construção: 2013

Cliente: Comissão de Festas da Sarzedela

Área de construção: 70m2

Equipa |

Arquitetura: Bruno Lucas Dias

Fotografia: Hugo Santos Silva